A Unidade da CRVR de Minas do Leão recebeu da FEPAM a Licença Prévia e de Instalação para Alteração (LPIA) da futura planta destinada a purificação do biogás gerado no aterro para transformá-lo em biometano (biocombustível gasoso). A nova tecnologia terá capacidade instalada de 2.500 m³/dia. 

O investimento projetado para a execução da obra é de R$ 90 milhões, que inclui desde a adaptação dos drenos de captação do biogás até a construção da planta. Incialmente, o projeto contempla a comercialização do biometano para a Sulgás. O coordenador de Desenvolvimento de Negócios, Cleber Ferreira, destaca que “esta é mais uma iniciativa sustentável de valorização de resíduos da CRVR”.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS